Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Trump tentou afastar Mueller da investigação ao alegado conluio com a Rússia

Documento indica 11 situações em que o presidente terá tentado entravar a Justiça.
Francisco J. Gonçalves 19 de Abril de 2019 às 01:30
Donald Trump terá feito tudo para afastar o responsável pela investigação ao alegado conluio com a Rússia
Donald Trump
Donald Trump, Presidente dos EUA
Donald Trump terá feito tudo para afastar o responsável pela investigação ao alegado conluio com a Rússia
Donald Trump
Donald Trump, Presidente dos EUA
Donald Trump terá feito tudo para afastar o responsável pela investigação ao alegado conluio com a Rússia
Donald Trump
Donald Trump, Presidente dos EUA
A versão censurada do relatório da comissão Mueller sobre as ligações suspeitas entre Donald Trump e a Rússia foi esta quinta-feira divulgada e a polémica que o presidente diz estar encerrada ameaça aumentar nas próximas semanas.

As 450 páginas de texto, com muitos excertos apagados, permitem verificar que Mueller descreve 11 situações em que Trump ou a sua campanha tentaram entravar o livre curso da Justiça, o que configura crime.

Entre outros casos, Trump quis afastar Robert Mueller, temendo o que poderia descobrir. O relatório cita mesmo o que terá dito ao saber que Mueller tinha sido indigitado para chefiar a investigação: "Meu Deus! Isto é terrível. É o fim da minha presidência. Estou tramado."

Apesar de o relatório frisar que não ficou afastada a possibilidade de obstrução à Justiça, antes de divulgar o texto, o procurador-geral, William Barr, fez questão de dizer que ficou provado que Trump e a Casa Branca "colaboraram totalmente" com os investigadores e que o presidente "não cooperou" com a Rússia num esquema para manipular as presidenciais de 2016.

Na verdade, o texto documenta inúmeros contactos suspeitos e refere que Trump e o filho recusaram prestar depoimento aos investigadores.

PORMENORES
Trump declara "game over"
Donald Trump publicou uma mensagem com a frase "game over", fim do jogo, considerando que o relatório o iliba inteiramente de conluio com a Rússia.

Acesso à versão integral
A senadora democrata Kamala Harris disse que o Congresso dos EUA deve ver a versão integral do relatório para decidir se toma ações contra Trump.

Indícios de crime
O relatório frisa que a obstrução à Justiça é um crime mesmo quando a investigação em causa é inconclusiva, deixando pistas abertas para acusar Trump.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)