Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Helicóptero onde seguia estrela da NBA Kobe Bryant não tinha problemas mecânicos

Peritos que estão a analisar os destroços não encontraram qualquer evidência de que o motor tinha problemas ou falhou na altura da queda.
SÁBADO 7 de Fevereiro de 2020 às 20:02
Kobe Bryant, um dos maiores jogadores da NBA
Kobe Bryant, um dos maiores jogadores da NBA FOTO: Getty Images
O helicóptero onde seguia Kobe e Gianna Bryant no dia em que morreram não apresentou qualquer evidência de problemas no motor. As pericias foram feitas pela autoridade de transportes e segurança norte-americana e avançadas esta sexta-feira pela Associated Press
O painel de instrumentos do aparelho ficou totalmente destruído depois da queda e muitos dos instrumentos de medição saíram do lugar com a força da colisão com o solo. No entanto, e como havia um ramo cortado no local, os peritos afirmam que os motores estavam a trabalhar bem como os rotores. 

A National Transportation Safety Board (NTSB) está a investigar o acidente que vitimou Kobe Byran e outras oito pessoas, incluindo a possibilidade de ter sido o nevoeiro intenso a causar a queda do helicóptero.

O relatório final da investigação ao acidente demorará, pelo menos, um ano a ser divulgado.

O jogador de basquetebol morreu no dia 26 de janeiro enquanto viajava com a filha e mais sete passageiros num helicóptero. Gianna ia jogar num campeonato juvenil, pela equipa treinada pelo pai. 

Conhecido como 'Black Mamba' (cobra mamba negra), chegou à NBA aos 17 anos e jogou durante de 20 anos nos Los Angeles Lakers, tendo conquistado cinco títulos da NBA e duas medalhas de ouro olímpicos (Pequim2008 e Londres2012).

É um dos sete basquetebolistas que ultrapassaram a marca dos 30.000 pontos na carreira.

NBA Kobe Gianna Bryant Associated Press
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)