Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Médium diz ter falado com Maddie: "Deram-me medicamentos para voltar a adormecer"

São muitas as teorias em torno do desaparecimento de Madeleine, mas Elisa Medhus garante a menina "está do outro lado".
1 de Abril de 2019 às 16:37
Maddie McCann
Kate e Gerry McCann
Elisa Medhus garante a menina desaparecida no dia 3 de maio de 2007 morreu
Madeleine McCann
Kate e Gerry McCann
Maddie McCann com a família
Maddie McCann
Kate e Gerry McCann
Elisa Medhus garante a menina desaparecida no dia 3 de maio de 2007 morreu
Madeleine McCann
Kate e Gerry McCann
Maddie McCann com a família
Maddie McCann
Kate e Gerry McCann
Elisa Medhus garante a menina desaparecida no dia 3 de maio de 2007 morreu
Madeleine McCann
Kate e Gerry McCann
Maddie McCann com a família
O documentário da plataforma Netflix sobre o desaparecimento de Maddie abriu espaço para várias teorias que giram em torno de um dos casos mais mediáticos e misteriosos de sempre. 

A série aponta para a possibilidade de Madeleine McCann ainda estar viva, sendo uma das teorias o rapto da menina por uma rede de tráfico humano que operava no sul do país. No entanto, no Youtube surge uma entrevista, publicada em 2017, de uma médium norte-americana que afirma que Maddie "está no além".

Elisa Medhus mantém contacto com o filho, Erik, que se suicidou e garante que este lhe traz muitas informações sobre a vida para além da morte.

Quem fala com a médium é a irmã de Erik. A irmã dá voz ao filho de Elisa e este comunica o que Maddie, alegadamente, conta.

Erik afirma que Maddie já morreu e por isso "está do outro lado", mas que não quer revelar tudo o que aconteceu na noite de 3 de maio de 2007, na Praia da Luz, Algarve.

"Maddie não quer revelar tudo. Diz que se o fizer pode magoar algumas pessoas", começa por explicar o intermediário da criança. Na noite em que desapareceu a menina revela que teve "um pesadelo". "Acordei a chorar. Como fiz barulho o meu irmão acordou também. Eu chamei pela minha mãe, mas ela não veio. Quando finalmente apareceram, estava muito assustada porque demoraram muito tempo", acrescenta Erik em nome de Madeleine.

No decorrer da conversa, a médium continua a questionar, alegadamente, Maddie sobre quais os acontecimentos que se seguiram. A menina diz que os pais, Kate e Gerry, ficaram zangados por estar a chorar e que a mandaram voltar a dormir. "Disseram-me que eu 'precisava de dormir' e deram-me medicamentos para voltar a adormecer. Depois apareceu um amigo do meu pai", terá dito.

O intermediário conta estar a ver o amigo de Gerry McCann a carregar Maddie ao colo. A menina refere que quando foi levada do quarto onde dormia com os irmãos já estava morta. Elisa Medhus pergunta se esta morreu devido aos medicamentos que os pais lhe deram e Erik afirma que a criança lhe diz que sim. "O meu pai disse ao amigo para me levar dali, colocaram-me num carro. Andei por estradas muitos sujas", continua. 

Erik supõe que pela paisagem que Maddie lhe descreve, esta poderá estar num porto marítimo. "Não se livraram logo do meu corpo. Esconderam-me até perceberem o que fazer comigo e depois deitaram-me à água. Estou num sítio muito fundo", conta o intermediário no vídeo dando voz à menina britânica.

Passados 12 anos desde o desaparecimento de Madeleine McCann, o que aconteceu naquela noite, por volta das 22h00, continua ainda a ser um mistério para o qual não existem provas nem dados concretos que expliquem o desaparecimento da menina. As teorias surgem às centenas e mesmo passada mais de uma década continua a ser um mistério. 



Netflix Elisa Medhus Maddie Madeleine McCann Praia da Luz Algarve Gerry McCann Kate desaparecidos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)