Menino de oito anos diz estar "grávido" e pais descobrem que foi violado

Caso aconteceu no estado de São Paulo, no Brasil.

Os pais de um menino de oito anos que vive com a família em Cubatão, cidade industrial no litoral do estado brasileiro de São Paulo, descobriram que o filho tinha sido abusado sexualmente após ter feito um "anúncio" inusitado. O menino, na inocência dele, disse aos pais que estava "grávido".

A inesperada revelação ocorreu quando toda a família estava reunida na sala da residência a ver televisão. A certa altura, o menino, colocando as mãos sobre a barriga, disse aos pais que dali ia nascer um bebé.

Perante o inusitado da revelação e o ar sério com que o menino a fez, os pais começaram a desconfiar que algo tinha acontecido e fizeram uma série de perguntas. A pouco e pouco, apesar do constrangimento, o menino descreveu o que lhe tinha acontecido e a razão de estar tão preocupado com a suposta gravidez.

No dia anterior, ao ir a casa do vizinho, um senhor de idade que precisa de cuidados, o menino tinha sido violentado por um homem que trabalhava como cuidador do idoso. Os pais da criança denunciaram o caso à polícia e o suspeito foi preso um dia depois na cidade vizinha, São Vicente.

Gerivaldo Andrade do Espírito Santo, de 39 anos, confessou o crime ao ser interrogado pela inspetora Mayla Ferreira Hadid, que comanda a investigação e foi incriminado e enviado para um estabelecimento prisional local. Com autorização da justiça, a delegada fez buscas na residência de Gerivaldo e encontrou no telemóvel dele diversos conteúdos com pornografia infantil, o que agravou ainda mais a situação do detido.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!