Sub-categorias

Notícia

Nova Zelândia quer abolir os sacos de plástico até ao final do ano

Comerciantes que não cumpram a nova regra ficam sujeitos a pagar uma multa que pode ir até aos 57 mil euros.
11.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A Nova Zelândia planeia proibir a utilização de sacos de plástico até ao final do ano, por forma a proteger o meio ambiente e reduzir a produção de resíduos urbanos, garantiu a primeira-ministra na passada sexta-feira.

Os comerciantes que não cumpram a nova regra até julho de 2019 ficam sujeitos a pagar uma multa que pode ir até aos 57 mil euros.

"Estamos a eliminar de maneira gradual os sacos de plástico descartáveis para que possamos cuidar melhor do meio ambiente e manter limpa e verde a reputação da Nova Zelândia", garante Jacinda Ardern.

De acordo com o The Guardian, a decisão foi tomada tendo em conta uma petição, já com 65 mil assinaturas, que apelava ao governo a abolição do sacos de plástico.

Os neozelandeses são atualmente uns dos maiores produtores de resíduos urbanos, sendo que são utilizados 750 milhões de sacos de plástico por ano no país, somando assim um total de 154 sacos por pessoa.

As grandes superfícies de supermercados já anunciaram que irão cancelar a venda dos sacos plásticos descartáveis até ao final do ano.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!