Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

O mistério das pessoas imunes à Covid-19 sem terem tido contacto com o vírus

Cientistas começam a investigar outros dados sobre a imunidade ao coronavírus.
Correio da Manhã 12 de Agosto de 2020 às 16:01
Espanha durante a pandemia
Espanha durante a pandemia
Espanha durante a pandemia
Espanha durante a pandemia
Espanha durante a pandemia
Espanha durante a pandemia
Volvidos cerca de cinco meses após o início da pandemia de Covid-19, as incertezas continuam a ser mais do que as certezas em relação a este novo vírus. 

O jornal espanhol El País, avança agora que alguns cientistas estão a investigar novos dados sobre a imunidade ao vírus. Inicialmente estimava-se que seria necessária a infeção de 60% da população, isto em Espanha, para que fosse atingida a imunidade de grupo. Três inquéritos realizados em Espanha revelaram que atualmente só 5% está imune, um número bem distante dos 60% necessários. 

No entanto, novos dados revelaram que talvez não seja necessária a infeção de 60% da população. Isto porque há pessoas imunes à Covid-19 - ou pelo menos às versões mais graves da doença - que nunca estiveram em contacto com o vírus. 

Esta é uma novidade que ainda está a ser investigada e os cientistas não querem, por enquanto, que isto leve a população a aliviar medidas profiláticas.

Os mais recentes estudos indicam que mais de 20% e até 80% da população pode ter proteção contra o novo coronavírus, nomeadamente, um estudo publicado na revista Science. Este avança que há população que nunca sofreu uma infecção por SARS-CoV-2, mas tem proteção contra o vírus.
Covid-19 Espanha ciência e tecnologia Investigação científica
Ver comentários