Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Rússia planeia concluir trabalhos de resgate esta noite

Avião com corpos da vítimas mortais chegou esta madrugada.
2 de Novembro de 2015 às 08:14
Corpos foram transportados em camiões até ao crematório da cidade de São Petersburgo
Corpos foram transportados em camiões até ao crematório da cidade de São Petersburgo FOTO: Reuters
A Rússia informou esta segunda-feira que o resgate dos corpos das 224 vítimas e destroços do Airbus A321 russo que caiu no sábado no Egito vai ser concluído esta noite, seguindo-se o envio de um segundo avião com cadáveres para São Petersburgo.

O ministro russo Vladimir Puchkov, que se encontra no Egito a coordenar os trabalhos de resgate na zona da península do Sinai, onde caiu o avião, disse que a operação vai terminar antes das 22h00 locais (20h00 em Lisboa).

Um segundo avião com os restos mortais das vítimas "vai partir do Cairo pelas 21h00, hora de Moscovo [18h00 em Lisboa], informou outro responsável do mesmo Ministério da Emergência, Vladimir Svetelski, segundo a imprensa russa citada pela agência Efe.

Segundo um porta-voz deste Ministério, as equipas de resgate encontraram 12 fragmentos grandes da fuselagem do Airbus A321 da empresa Metrojet (Kogalymavia).

"Até ao momento foram detetados 12 fragmentos da fuselagem e alguns pertences dos passageiros", disse o porta-voz, Alexander Agafonov.

Primeiros corpos chegaram esta madrugada

Na madrugada desta segunda-feira, um avião do Ministério da Emergência russo com 144 cadáveres das 224 vítimas chegou ao aeroporto Pulkovo,que serve a segunda cidade russa, São Petersburgo.

Os cadáveres começaram a ser transladados para um crematório da cidade em camiões especiais com escolta policial.

No crematório aguardam peritos forenses e representantes dos organismos que se encarregam da investigação da catástrofe, ocorrida meia hora depois de o avião com turistas russos ter saído de Sharm el Sheij com destino a São Petersburgo.

Os familiares das vítimas, que desde o fim de semana foram alojados num hotel perto do aeroporto e assistidos por psicológicos, começaram a ser levados para o crematório para levar a cabo os procedimentos de reconhecimento dos cadáveres.

O vice-ministro da Saúde, Igor Kagramián, informou hoje de que nos trabalhos de reconhecimento estavam a trabalhar 40 peritos forenses.
Rússia avião queda Egito acidente aéreo acidentes de transporte mortes resgate
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)