Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Presidente do Sri Lanka proíbe uso de roupa que tape o rosto

Decisão surge após os atentados de há uma semana que mataram 253 pessoas.
Lusa 28 de Abril de 2019 às 19:31
Vídeo mostra suspeito de um dos ataques suicidas numa igreja do Sri Lanka
Expolosões no Sri Lanka
Expolosões no Sri Lanka
Explosões no Sri Lanka
Explosões no Sri Lanka
Vídeo mostra suspeito de um dos ataques suicidas numa igreja do Sri Lanka
Expolosões no Sri Lanka
Expolosões no Sri Lanka
Explosões no Sri Lanka
Explosões no Sri Lanka
Vídeo mostra suspeito de um dos ataques suicidas numa igreja do Sri Lanka
Expolosões no Sri Lanka
Expolosões no Sri Lanka
Explosões no Sri Lanka
Explosões no Sri Lanka

O Presidente do Sri Lanka proibiu este domingo o uso de qualquer peça de roupa que tape o rosto, após os atentados de há uma semana que mataram 253 pessoas, incluindo um português.

A proibição, que entra em vigor na segunda-feira, estende-se às 'burcas' e aos 'niqab', peças de vestuário usadas pelas mulheres muçulmanas.

Segundo o chefe de Estado do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, a cara coberta dificulta a identificação da pessoa, sendo por isso uma "ameaça nacional e pública".

Presidente do Sri Lanka Maithripala Sirisena chefe de Estado do Sri Lanka questões sociais demografia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)