Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Trump acusa China de tentar interferir nas eleições para o Congresso dos EUA

Presidente norte-americano alega que Pequim está contra a sua administração porque esta os desafiou no comércio.
26 de Setembro de 2018 às 16:37
Trump está a usar as tarifas para forçar a China a negociar, mas Pequim ameaça com medidas retaliatórias
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Trump está a usar as tarifas para forçar a China a negociar, mas Pequim ameaça com medidas retaliatórias
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Trump está a usar as tarifas para forçar a China a negociar, mas Pequim ameaça com medidas retaliatórias
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump acusou esta quarta-feira, no Conselho de Segurança da ONU, a China de tentar interferir com as eleições parlamentares que decorrerão no dia 6 de novembro. 

O presidente norte-americano alega que aquele país não quer que os republicanos vençam as eleições porque foi a única administração que desafiou o domínio do comércio chinês. 

"A China está a tentar influenciar as eleições de 2018 contra a minha Administração, não querem que eu ganhe, ou que nós ganhemos, porque sou o primeiro Presidente a desafiar a China no comércio e estamos a ganhar a todos os níveis", disse Trump. 

"Não queremos que se intrometam ou interfiram nas nossas eleições", acrescentou o chefe de Estado norte-americano, sem fornecer pormenores sobre essa alegada ingerência de Pequim na política interna norte-americana, além do descontentamento em relação à política comercial de Trump. 

Apesar de Donald Trump não estar na corrida nestas eleições, a votação de novembro vai decidir se o partido republicano pode manter o controlo da Câmara dos Deputados dos EUA e do Senado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)