Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

“Vão todos morrer”: mulher bêbeda ataca membros da tripulação e tenta abrir porta de avião

Chloe Haines foi condenada a dois anos de prisão e não pode voltar a viajar com a companhia aérea.
Correio da Manhã 13 de Fevereiro de 2020 às 16:34
Mulher bêbeda tenta abrir porta de avião
Mulher bêbeda tenta abrir porta de avião FOTO: Twitter

Chloe Haines, de 26 anos, tentou abrir a porta do avião depois de arranhar vários membros da tripulação porque estava bêbeda.

A mulher de High Wycombe, na Inglaterra, gritou "vão todos morrer", tornando o voo "o pior pesadelo que se tornou realidade" para muitos dos que iam no avião.

A companhia aérea Jet2 descreveu-a como uma das passageiras mais perturbadas da história da empresa.

O promotor Michael Crimps disse que Chloe "desmaiou e não se lembrava do que aconteceu" depois de ter misturado álcool com medicamentos.

A mulher de 26 anos admitiu ter colocado toda a gente em risco e ter agredido um dos funcionários depois de o voo que ia para a Turquia ter voltado para o aeroporto de Stansted.

O juiz Charles Gratwicke condenou-a a dois anos de prisão. A mulher está a ser acompanhada num programa de Alcoólicos Anónimos.

"Aqueles que estavam presos no avião ficaram inevitavelmente angustiados, assustados e petrificados pelas ações daqueles que, em estado de embriagues, colocaram em risco as suas vidas", disse o juiz.

Para além da condenação, a mulher vai ter de pagar mais de 100 mil euros (85 mil libras) à companhia aérea e tem uma proibição vitalícia, não podendo voltar a viajar com a empresa.

Chloe Haines economia negócios e finanças transportes aviação crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)