Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

André Ventura pôs lugar à disposição na coligação Basta

Dois dos partidos que integram a coligação devem votar pela manutenção.
Diana Ramos 15 de Maio de 2019 às 08:38
André Ventura
André Ventura
André Ventura
André Ventura
André Ventura
André Ventura
André Ventura
André Ventura
André Ventura
O cabeça de lista da coligação Basta, André Ventura, colocou o lugar à disposição após ter recebido críticas de apoiantes e financiadores por faltar a um debate entre os candidatos na RTP para fazer comentário desportivo na CMTV.

A reunião em que a decisão de Ventura foi avaliada decorria esta terça-feira à noite.

Contudo, era esperado que dois dos três membros da coligação – Democracia 21 e Partido Cidadania e Democracia Cristã – votassem pela permanência de Ventura.

Melo, de camião, até nem gosta de ir à pendura
O candidato do CDS começou o dia a andar de camião na EN2, entre a ponte de Louredo, V. N. de Poiares, e a sede de uma empresa de transporte de mercadorias.

Seguindo ao lado do condutor, a questão impôs-se: que tal é andar à pendura? "A vocação do CDS é pilotar, não é ser pendura", disse Nuno Melo.

Berardo indigna Marinho e Pinto
O cabeça de lista do Partido Democrático Republicano (PDR), Marinho e Pinto, defendeu no Porto que, na polémica em torno do empresário Joe Berardo, "a culpa não pode morrer solteira".

Numa arruada na rua de Santa Catarina, onde teve dificuldade em encontrar portugueses no meio de tantos turistas, o eurodeputado afirmou que "a audição de Joe Berardo não precisa de palavras".

"O sorriso dele é explicativo", frisou.
Basta André Ventura RTP CDS Partido Cidadania e Democracia Cristã Nuno Melo EN2 Louredo Joe Berardo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)