Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Câncio quer travar livro de Saraiva

José António Saraiva escreveu que jornalista foi fotografada a ter relações sexuais.
Marco Pereira 30 de Setembro de 2016 às 01:50
Perseguição policial fez um morto em Porto Alto.
O último livro de José António Saraiva, ‘Eu e os Políticos’, em que revela conversas privadas e pormenores da vida de políticos, continua a gerar polémica. Fernanda Câncio, antiga namorada do ex-primeiro-ministro José Sócrates é uma das visadas na obra e agora recorreu aos tribunais para travar a venda do livro.

"Tive conhecimento ontem [4ª feira] à noite de que a jornalista Fernanda Câncio interpôs uma providência cautelar para retirar o livro de venda", revelou ontem José António Saraiva em entrevista a José Carlos Castro no ‘CM Jornal 20h’, da CMTV.

Em ‘Eu e os Políticos’, Saraiva conta que um namorado de Fernanda Câncio tinha espalhadas pela casa fotografias em que mantinham relações sexuais. "Acha que é uma intromissão na vida privada dela", referiu Saraiva, que justifica a sua revelação: "É uma passagem que mostra uma conduta bastante livre e a relevância é ela ter sido namorada de um ex-primeiro- -ministro."

Saraiva escreve também no livro que tem uma foto comprometedora de Paulo Portas "de há 10 ou 15 anos, vestido de mulher, aplaudido por homens com um aspeto horrível" e que Miguel Portas lhe confidenciou que o irmão é homossexual. O autor desvalorizou e disse que o importante foi ter mostrado "que um político que teve relevância não pensou ter carreira política devido à vida particular".

Defendendo que ‘Eu e os Políticos’ "não é um exercício de ódio nem de vingança", Saraiva afirmou ter mais informações sobre todos os visados mas que nunca as revelará. "Os limites que respeitei agora, sempre os respeitarei."
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)