Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Elisa promete empregos, casas e festival de tripas

Elisa Ferreira, candidata do PS à presidência da Câmara do Porto, apresentou ontem as sete propostas-base que garantem a criação de dois mil postos de trabalho em serviços públicos, apoios à criação de cem microempresas, um fundo de casas de aluguer low-cost e ofereceu ainda aos portuenses um festival de tripas, no dia 1 de Dezembro.
30 de Setembro de 2009 às 00:30
A candidata do PS
A candidata do PS FOTO: Pedro Ferrari/Lusa

Acompanhada pelo ministro Teixeira dos Santos, que é cabeça- -de-lista à Assembleia Municipal, Elisa fez um diagnóstico negro da cidade, antes de apresentar as propostas. "A cidade perdeu habitantes, perdeu juventude, perdeu classe média, perdeu poder económico", disse a candidata. Elisa avança com um conjunto de promessas que visa criar emprego, habitação, empresas e dar maior qualidade de vida aos portuenses. "O Porto está sujo nas ruas, nas paredes, nos jardins", disse Elisa Ferreira sobre o estado da cidade.

Teixeira dos Santos foi direito ao adversário Rui Rio, da Coligação PSD-CDS. "O Porto está moribundo e a definhar". O economista fez as contas e afirmou que, nos últimos oito anos, a cidade perdeu 41 mil habitantes, 18 por dia. Embalado com a vitória nacional do PS, Teixeira dos Santos deixou um apelo ao voto: "O Porto vai ser coerente com a votação de domingo", disse.

Ver comentários