Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Relicário com restos mortais de beato roubado em Viana do Castelo

Bartolomeu dos Mártires foi declarado venerável, a 23 de março de 1845, pelo Papa Gregório XVI e beato, a 04 de novembro de 2001, por João Paulo II.
Aureliana Gomes 12 de Junho de 2019 às 11:27
Inauguração da estátua de D. Frei Bartolomeu dos Mártires no Largo de São Paulo em Braga contou com a presença de Ricardo Rio e D. Jorge Ortiga
Inauguração da estátua de D. Frei Bartolomeu dos Mártires no Largo de São Paulo em Braga contou com a presença de Ricardo Rio e D. Jorge Ortiga FOTO: Direitos Reservados

A igreja de São Domingos, no centro de Viana do Castelo, foi assaltada, ontem à tarde. Os ladrões levaram um relicário com os restos mortais do beato Bartolomeu dos Mártires. "É como que roubasse uma parte de nós próprios. Há uma relação muito profunda dos fiéis com o beato", disse ao CM, o pároco Vasco Gonçalves.

O assalto aconteceu cerca das 16h30. A igreja está sempre aberta e é visitada por muitos turistas. Ninguém se terá apercebido do roubo. "É fácil entrar e roubar. Se estivessem com uma mochila, por exemplo, ninguém se apercebia", explicou o pároco que acredita que quem roubou pensou no valor que a custódia poderia ter por ser dourada. "Não tem valor comercial nenhum, mas para nós é um tesouro que nos roubaram pela devoção que temos ao Frei Bartolomeu", salientou.

A PSP foi chamada ao local, mas por se tratar de uma peça de arte sacra, ficou sob a alçada da Polícia Judiciária de Braga.

Recorde-se que já na segunda-feira à tarde, a igreja de São Domingos tinha sido alvo de uma tentativa de assalto. "Usaram a espada da imagem de Nossa Senhora das Dores e tentaram arrombar a caixa de esmolas", explicou o pároco.

Em 2016, o Papa Francisco autorizou a canonização do beato Bartolomeu dos Mártires sem a atribuição de um milagre, processo que ainda não culminou.

Bartolomeu dos Mártires foi declarado venerável, a 23 de março de 1845, pelo Papa Gregório XVI e beato, a 04 de novembro de 2001, por João Paulo II.

O beato nasceu em Lisboa, em maio de 1514, e entrou na Ordem Dominicana em 11 de novembro de 1528, tendo sido eleito arcebispo de Braga em 1559. Morreu em Viana do Castelo a 16 de julho de 1590.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)