Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Agressor condenado volta a agredir mulher em Faro

Homem de 47 anos foi detido pela Polícia Marítima e seguiu para a cadeia de Olhão.
Ana Palma 30 de Julho de 2020 às 08:41
Violência
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
Tinha sido condenado, no passado mês de abril, pela prática do crime de violência doméstica contra a mulher, com cerca de 40 anos de idade. A pena ficou, contudo, suspensa na sua execução. No entanto, o homem voltou a reincidir e a agredir a vítima, uma situação que levou a Unidade Central de Investigação Criminal da Polícia Marítima, em colaboração com o Grupo de Ações Táticas da Polícia Marítima, a voltar a detê-lo.

A detenção foi efetuada segunda-feira, na ilha do Farol, em Faro, confirmou ontem o CM junto de fonte da Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Segundo a mesma fonte da AMN, a detenção "resultou da execução de um mandado de detenção emitido pelo Tribunal Judicial da Comarca de Faro".

O detido, um homem de 47 anos de idade, "foi intercetado junto ao pontão de embarque/desembarque da ilha do Farol pelos elementos da Unidade Central de Investigação Criminal e do Grupo de Ações Táticas da Polícia Marítima, tendo sido de imediato detido", esclareceu ainda aquela fonte.

O indivíduo "não ofereceu resistência" aos agentes , referiu.

Após ser detido, o homem foi conduzido ao estabelecimento prisional de Olhão para cumprir pena de prisão efetiva pelo crime de violência doméstica a que tinha sido condenado.

Quanto às recentes agressões, deverão ser alvo de um outro processo de investigação. O primeiro, que levou agora à prisão do arguido, esteve a cargo da Polícia Marítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)