Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Despiste de carro mata jovem de 22 anos após sair do trabalho

Três acidentes mataram dois jovens e um homem de 76 anos em menos de 24 horas.
Fátima Vilaça e Sara G. Carrilho 17 de Setembro de 2019 às 01:30
Susana Ribeiro tinha 22 anos
Despiste mata jovem de 22 anos após sair do trabalho
INEM
Susana Ribeiro tinha 22 anos
Despiste mata jovem de 22 anos após sair do trabalho
INEM
Susana Ribeiro tinha 22 anos
Despiste mata jovem de 22 anos após sair do trabalho
INEM
Susana Ribeiro, de 22 anos, regressava a casa após uma tarde de trabalho numa pastelaria em Viana do Castelo, quando o carro que conduzia entrou em despiste e acabou por capotar, embatendo violentamente num separador central em betão, na A27, em Ponte de Lima.

O acidente aconteceu às 20h40 de domingo e a condutora, que seguia sozinha, ficou presa no amontoado de chapas do veículo. Morreu no local. Pouco antes, em Vila Verde, um idoso perdeu a vida num acidente de moto junto a casa. Já esta segunda-feira de manhã, outro jovem de 21 anos morreu depois da moto em que seguia ter chocado com um carro, em Mafra.

Os três acidentes que em menos de 24 horas tiraram a vida a três pessoas estão a ser investigados pelas autoridades. A notícia da morte de Susana deixou em choque os que a conheciam. Muitos reagiram ao trágico acidente numa publicação do Facebook, feita pela pastelaria onde a jovem trabalhava. "A missão da Susanita aqui chegou ao fim....Agora brilhará lá no céu o seu lindo sorriso", escreveu uma cliente. A jovem, que residia com os pais em Moreira do Lima, Ponte de Lima, vai esta terça-feira a enterrar.

Ao início da noite de domingo, um homem de 76 anos morreu perto de casa, em Cervães, Vila Verde, num despiste de motorizada. Fernando Azevedo foi projetado com violência para a estrada e morreu.

Esta segunda-feira pelas 07h50, uma colisão lateral entre uma moto e um carro, na Achada, Mafra, matou um jovem de 21 anos. A vítima ainda foi alvo de manobras de reanimação mas não resistiu.

Pormenores
PSP apanha 144
A PSP detetou 144 condutores sem cinto de segurança ou cadeirinha de bebés, durante a fiscalização de âmbito nacional, realizada entre 9 e 15 deste mês. No mesmo período foram presas 109 pessoas.

GNR apanha 689
Durante o mesmo período, a GNR intercetou 689 condutores sem cinto de segurança ao volante e com falta de cadeirinha de bebé. Este ano, até 31 de agosto, foram apanhados quase 16 mil.

Sem capacete
Entre os dias 9 e 15 do corrente PSP e GNR apanharam 658 motards que circulavam sem capacetes, ou com uso deficiente dos mesmos. A GNR ‘caçou’ 638 motards, enquanto a PSP apenas 20.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)