Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Exames atrasam pena de ‘Palito’

Mulher e filha, que sobreviveram à fúria do homicida, vão ser consultadas a 25 de maio.
Tânia Laranjo e Tiago Virgílio Pereira 12 de Maio de 2015 às 12:34
Manuel Baltazar matou a sogra e a tia e feriu a ex-mulher e a filha
Manuel Baltazar matou a sogra e a tia e feriu a ex-mulher e a filha FOTO: Hugo André Ferreira
Faltam alguns resultados médicos de Sónia e Maria Angelina, que ficaram feridas depois de terem sido atingidas a tiro por Manuel Baltazar, para que o Tribunal de Viseu tenha toda a informação para continuar o julgamento de ‘Palito’, que em abril do ano passado disparou sobre quatro mulheres, em Valongo dos Azeites, S. João da Pesqueira, assassinando a ex-sogra e uma tia da ex-mulher. Por esse motivo, as alegações finais, marcadas para ontem, foram adiadas para 1 de junho.

Falta o relatório médico final da filha, Sónia. O da mãe, Maria Angelina, já está pronto, mas é necessário apurar o grau de défice funcional permanente da integridade físico- -psíquica. Estes resultados serão fundamentais para os pedidos das indemnizações. Manuel Oliveira, perito do gabinete médico- -legal de Vila Real, foi ontem ouvido e começou por dizer que "as lesões de Maria Angelina foram consequência direta das agressões sofridas". Contudo, garantiu que para "não fugir à verdade" as duas familiares serão consultadas a 25 de maio.
palito exames atraso homicida
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)