Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Funcionária dos CTT trama ladrão armado

Atingiu a tiro uma mulher de 62 anos, que estacionava o carro, e um jovem de 22, num ataque à junta de freguesia de Pedroso, em Gaia.
Nelson Rodrigues 30 de Maio de 2018 às 08:34
Ladrão baleou um funcionário dos Correios em assalto ao edifício da junta de freguesia de Pedroso, em Gaia
Primeiro assalto foi no supermercado de Rechousa
Justiça
Justiça
Ladrão baleou um funcionário dos Correios em assalto ao edifício da junta de freguesia de Pedroso, em Gaia
Primeiro assalto foi no supermercado de Rechousa
Justiça
Justiça
Ladrão baleou um funcionário dos Correios em assalto ao edifício da junta de freguesia de Pedroso, em Gaia
Primeiro assalto foi no supermercado de Rechousa
Justiça
Justiça
Manuel Alexandrino Noronha, 56 anos, queria roubar um carro para fazer um assalto. Foi ao Continente da Rechousa, em Vila Nova de Gaia e mal viu a mulher, de 62, a estacionar o Fiat Punto, resolveu atacar. "Dá-me as chaves do carro, senão mato-te", gritou o arguido, enquanto lhe apontava uma arma de fogo. A vítima começou a gritar e foi de imediato baleada nas costas.

Este ataque ocorreu às 10h00 do dia 11 de julho de 2017. O atirador fugiu do local e dirigiu-se, depois, à junta de freguesia de Pedroso, onde funciona o posto dos CTT. Entrou às 10h30, encapuzado com uma meia de vidro preta na cabeça, e ameaçou os três funcionários e dois clientes.

"Isto é um assalto. Dinheiro, dinheiro", ordenou Manuel Alexandrino, sempre a apontar a arma. O arguido remexeu nas secretárias e como não encontrou dinheiro ficou revoltado. Aproximou a arma à perna direita de um dos funcionários, de 22 anos, e disparou. Enquanto continuava à procura de dinheiro, uma funcionária reconheceu-o, por ser cliente do posto. "Ó Noronha, és tu? Vai-te embora, seu ladrão". Manuel Alexandrino efetuou, então, um novo disparo para o ar e fugiu do local no carro.

As duas vítimas foram hospitalizadas e submetidas a cirurgias para retirar as balas. O arguido, que está acusado de ofensas à integridade física qualificada e roubo agravado, já cumpriu cadeia por crimes semelhantes. Está em preventiva e conhece esta quarta-feira o acórdão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)