Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Garrafas vazias e comprimidos no carro do fotógrafo

Corpo de Pedro Palma esteve várias horas no veículo rebocado sem ser detetado.
Tânia Laranjo 31 de Agosto de 2017 às 01:30
Pedro Palma tinha 58 anos
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Imagem recolhida pelo CM na terça-feira revelava corpo
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Chegada do corpo de Pedro Palma
Chegada do corpo de Pedro Palma
Pedro Palma tinha 58 anos
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Imagem recolhida pelo CM na terça-feira revelava corpo
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Chegada do corpo de Pedro Palma
Chegada do corpo de Pedro Palma
Pedro Palma tinha 58 anos
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Imagem recolhida pelo CM na terça-feira revelava corpo
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Corpo de Pedro Palma estava na bagageira do carro encontrado em Sintra
Chegada do corpo de Pedro Palma
Chegada do corpo de Pedro Palma
Pedro Palma estava morto na bagageira do carro, no interior do Alfa Romeo que na terça-feira foi encontrado estacionado em S. Pedro de Sintra. O corpo do fotojornalista só foi encontrado durante a tarde de ontem, quando a Polícia Judiciária foi ao posto da GNR fazer perícias. Não há para já indícios de crime, mas a Brigada de Homicídios da PJ aguarda pelo resultado da autópsia. Só essa poderá esclarecer o que aconteceu.

Para já, a análise ao local indicia que não houve intervenção de terceiros. Não há qualquer sinal de agressão ou de morte violenta. Havia, sim, várias garrafas vazias e indícios de que Pedro Palma, de 58, terá ingerido comprimidos. Com ele tinha também a chave do carro e os documentos do mesmo, o que indica que o Alfa Romeo já terá sido trancado a partir do interior da bagageira.

Sem certezas do que aconteceu, há outros pormenores que carecem de investigação. Há indícios de que Pedro Palma só terá morrido na segunda-feira. Poderá ter entrado num estado comatoso por ingestão de álcool e/ou medicamentos, não sendo de excluir a tentativa, horas depois, de sair da mala. Poderia estar já de tal forma inconsciente que não conseguiu fazê-lo com a chave que estava na sua posse.

Sabe-se agora, através da análise da Via Verde do carro que o fotojornalista usava - e que já não estava em seu nome -, que Pedro Palma chegou a S. Pedro de Sintra na noite de quinta-feira. Estacionou numa zona que habitualmente frequentava e poderá ter ingerido uma anormal quantidade de álcool nessa altura.

A ausência de investigação das autoridades e a descoberta do corpo mais de 24 horas depois de o carro ter sido encontrado naquele local está a revoltar familiares e amigos. Asseguram que a morte podia ter sido evitada e questionam a ausência de perícias imediatas ao Alfa Romeo.

A Judiciária espera agora pelo resultado da autópsia. Só hoje é que deverá ser conhecido, mas cautelarmente foram chamados os elementos da Brigada de Homicídios que ainda ontem fizeram perícias ao local, e que começaram já a ouvir familiares de Pedro Palma.

Família alertou PSP para depressão devido a doença
Os sinais estavam todos lá, mas a ausência de investigação das autoridades fez com que o fotojornalista não tivesse sido encontrado atempadamente. O caso foi participado na sexta-feira à PSP e não foi feita qualquer diligência no sentido de descobrir Pedro Palma. Sabe-se agora que estaria na mala do carro, mas estava vivo. Poderia ter sido salvo.

A família tinha alertado as autoridades para a depressão em que vivia Pedro Palma. O quadro tinha-se agravado devido a um problema de saúde que o obrigara a sete intervenções cirúrgicas. Nos últimos dias tinha também desabafado com alguns amigos sobre os problemas que o atormentavam. O vídeo deixado no Facebook - a simbolizar o fim de uma emissão televisiva - também fazia antever o pior. Mas nada foi feito e o carro nem sequer foi vistoriado quando foi encontrado - só o foi mais de 24 horas depois, já pela PJ, que se deslocou às instalações da GNR.
Pedro Palma, que foi fotojornalista, cartoonista, designer gráfico - entre outras profissões que exerceu - foi também autor de uma polémica exposição de fotografia quando era casado com Clara Pinto Correia, com quem manteve uma relação curta mas conturbada. Fotografou a mulher em diversas situações pós-coito.

‘CSI’ da PJ procura pistas no veículo
Os elementos do Laboratório de Polícia Científica fizeram uma análise minuciosa ao carro, à procura de vestígios de qualquer ato de violência. Para já, nada de determinante foi encontrado.

Abertura no banco tornava visível parte do corpo
Uma abertura junto ao apoio de braços no banco traseiro tornava visível parte do corpo. A imagem foi recolhida pelo CM na terça-feira, mas a GNR, que nunca se aproximou do carro, entendeu que não havia indícios de ali estar um cadáver.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)