Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Dois mortos em queda de helicóptero

Carlos Varela, instrutor de voo de 38 anos, e Colyn Canassa, luso-angolano de 28 anos, perderam a vida na manhã de ontem, na Herdade da Amieira.
Pedro Galego 5 de Dezembro de 2014 às 08:12
O instrutor (à esq.) e o aluno ainda foram assistidos no local pelos bombeiros, mas acabaram por não resistir aos ferimentos provocados pela violenta queda do aparelho num local de difícil acesso
O instrutor (à esq.) e o aluno ainda foram assistidos no local pelos bombeiros, mas acabaram por não resistir aos ferimentos provocados pela violenta queda do aparelho num local de difícil acesso FOTO: Hugo Raínho

A queda abrupta da pequena aeronave não deu qualquer hipótese de sobrevivência aos dois ocupantes. A bordo do helicóptero Huges 249 seguiam Carlos Varela, instrutor de voo que completaria 39 anos amanhã, e Colyn Canassa, aluno luso-angolano de 28 anos que acabava de festejar o final do curso de piloto na escola G Air, com sede no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor. Foi a cerca de um quilómetro deste local que tudo aconteceu, numa zona de mato, pelas 10h50 de ontem.

"Quando chegámos, as vítimas estavam em paragem cardiorrespiratória. Foram retiradas do aparelho, mas os óbitos acabaram por ser confirmados pelo médico do helicóptero do INEM que também foi destacado para o local", disse ao CM Joaquim Nunes, comandante dos Bombeiros de Ponte de Sor, que foram guiados até ao local por um segundo heli da G Air. "O local, na Herdade da Amieira, era de muito difícil acesso", explicou.

A distância à pista indica que não estariam a tentar regressar à base, mas, apurou o CM, terão avisado os controladores aéreos de problemas na aeronave, o que indicia que pode ter sido uma falha mecânica a ditar a queda do helicóptero ligeiro de instrução.

O piloto Carlos Varela era natural de Azeitão, Palmela, e, segundo a empresa, era "muito experiente". O aparelho "cumpria todas as regras de segurança".

Carlos Varela e Colyn Canassa são a quinta e sexta vítimas mortais de acidentes com aeronaves em Portugal desde o início do ano. As causas do sinistro vão ser apuradas pelos inspetores do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves, que recolheram indícios no local durante toda a tarde. Este foi o primeiro acidente grave com aeronaves que ocorreu em Ponte de Sor.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)