Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Prisão preventiva para 39 dos arguidos no caso Hells Angels

Três dos que ficam em prisão preventiva podem passar a prisão domiciliária. Restantes dezanove vão sair em liberdade.
18 de Julho de 2018 às 07:17
Hells Angels Algarve
Hell's Angels
Hells Angels Algarve
Hell's Angels
Hells Angels Algarve
Hell's Angels
O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) divulgou esta quarta-feira as medidas de coação para os detidos do grupo de motociclistas Hells Angels. Dos 58 arguidos, foi determinado que 39 ficassem em prisão preventiva, enquanto 19 retomarão à liberdade, com apresentações regulares às autoridades. 

Três dos 39 detidos em prisão preventiva podem ainda passar a prisão domiciliária. Arguidos que ficam em liberdade estão proibidos de se aproximar da concentração de Faro.

A investigação do caso dos Hells Angels foi elaborada pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal e pela Unidade Nacional Contraterrorismo da Polícia Judiciária e os mandados de busca e de detenção foram executados há uma semana.

Depois dos 58 arguidos terem sido identificados na noite de quinta-feira e durante a madrugada de sexta-feira, os interrogatórios demoraram três dias, tendo terminado no domingo no TIC.
Tribunal de Instrução Criminal Portugal Hells Angels Ministério Público crime lei e justiça prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)