Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Padre de Pedrógão Grande que surgiu em cuecas assume: "Sou um maroto"

Ordenado há 30 anos, na sé Nova de Coimbra, o padre Júlio Santos celebrava três missas aos domingos.
Isabel Jordão 18 de Junho de 2019 às 21:15
A carregar o vídeo ...
Padre de Pedrógão Grande em cuecas admite: "Tenho uma mente aberta"

Neste 'Investigação CM' vamos abordar o último escândalo a atingir a Igreja Católica em Portugal. A foto do padre Júlio Santos, de Pedrógão Grande, em cuecas num quarto de hotel.

O sacerdote publicou a fotografia nas redes sociais e foi afastado pela igreja. Júlio Santos conta, em exclusivo, ao Correio da Manhã como foram tiradas estas fotografias, em que circunstâncias e como foram parar às redes sociais. 

Segundo o padre, tudo aconteceu quando trocava mensagens e fotografias na rede social Facebook quando as partilhou sem querer na sua conta. Júlio afirma ainda que possui várias contas de Facebook, não sabendo precisar quantas, e diz ter "uma mente aberta". 

"Sou um maroto", assume o pároco que esclarece que a imagem foi tirada num quarto de hotel na cidade do Porto, "sem maldade".

Ordenado há 30 anos, na sé Nova de Coimbra, o padre Júlio Santos celebrava três missas aos domingos: na Arega, em Figueiró dos Vinhos e em Pedrógão Grande.

Em Bairradas, a missa era aos sábados à tarde.







Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)