Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Médico bate na mulher em frente à filha

Condenado a pagar mil euros/mês.
Sérgio A. Vitorino 14 de Março de 2016 às 10:21
Casaram-se em 2004 e estão separados desde novembro  de 2010, quando ocorreram  as agressões. A mulher pedia uma pensão de 1250 euros
Casaram-se em 2004 e estão separados desde novembro de 2010, quando ocorreram as agressões. A mulher pedia uma pensão de 1250 euros FOTO: Getty Images
Um médico dermatologista que trabalha nas melhores clínicas de Lisboa e é presença ocasional na TV e em eventos sociais agrediu a mulher em frente à filha. Dois tribunais deram ainda como provado um empurrão à sogra, que expulsou de casa, e a apreensão de armas na habitação. O casal separou-se e foi tudo revelado na luta por uma pensão: o médico perdeu e vai ter de pagar mil euros/mês à ex-mulher.

O Tribunal da Relação de Lisboa, num acórdão de 18 de fevereiro, a que o CM teve acesso e em que mantém os factos provados no Juízo de Família e Menores de Cascais, refere que o médico "aufere uma média mensal não inferior a 11 mil €".

A queixa pela coação e agressão, apesar de provada para a decisão da pensão, teve o processo-crime arquivado. E o mesmo com as armas, que eram do pai do médico, um militar.

médico bate mulher filha pensão condenado armas sogra dermatologista Lisboa