Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Motorista português detido em Paris por violação de duas mulheres

Suspeito afirma que relações sexuais foram consensuais e que as vítimas eram prostitutas.
Correio da Manhã 16 de Agosto de 2019 às 17:12
Bosque de Bolonha, em Paris
Bosque de Bolonha, em Paris FOTO: Getty Images

Um motorista português de veículos pesados está a ser acusado de ter violado duas estudantes de 22 e 18 anos no Bosque de Bolonha, em Paris, França. 

De acordo com o jornal francês Le Parisien, o homem de 42 anos foi indiciado no dia 2 de agosto, antes de ser preso. Os crimes ocorreram no dia 17 de maio e 21 de julho no Bosque de Bolonha, um grande parque público e uma das maiores áreas verdes da capital francesa.

A 21 de julho, uma estudante de nacionalidade chinesa de 22 anos foi atacada por um desconhecido. O alegado violador era corpulento e empurrou as duas vítimas contra a vegetação. Já tinha atacado anteriormente, a 17 de maio, uma estudante francesa de 18 anos. 

De acordo com o mesmo jornal, os investigadores tinham o ADN do violador, mas este não constava no banco de dados nacional de agressores sexuais.

Após 
recolha de testemunhos de quem esteve no parque nas datas e horas dos ataques e pela análise das imagens de videovigilância foi possível identificarem o suspeito.

No dia 31 de julho, os investigadores prenderam o homem na sua residência e colocaram-no sob custódia nas instalações policiais da avenida Bessières.

O homem alega que as relações sexuais com as duas vítimas foram consensuais e acrescenta que estas eram prostitutas. Segundo o jornal, fonte da investigação desmente o suspeito sobre alegada prostituição das vítimas. 

As autoridades investigam agora outras possíveis violações que possam estar relacionadas com este homem. 

Paris Bosque de Bolonha França crime lei e justiça crime polícia crimes sexuais questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)