Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Não há ninguém à espera de reposição das comunicações em Pedrógão Grande

Altice confirmou que há zonas afetadas pelos incêndios onde ainda existem casas que não estão reconstruídas.
9 de Junho de 2018 às 13:09
Incêndios
Quatro feridos dos fogos de outubro de 2017 ainda estão hospitalizados
Incêndios
Incêndios
Quatro feridos dos fogos de outubro de 2017 ainda estão hospitalizados
Incêndios
Incêndios
Quatro feridos dos fogos de outubro de 2017 ainda estão hospitalizados
Incêndios
O presidente da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, afirmou hoje que "não existe ninguém" nas regiões afetadas pelos incêndios que esteja à espera da reposição das comunicações, que não esteja já numa situação acordada com a empresa.

"É claro e inequívoco que não existe ninguém em Portugal que esteja neste momento à espera de reposição dos seus serviços que não seja numa situação já acordada connosco", devido à sua disponibilidade ou porque não quer o serviço, disse Alexandre Fonseca, que falava aos jornalistas antes do início da corrida solidária promovida pela Altice, que juntou hoje cerca de mil trabalhadores em Pedrógão Grande.

Segundo o presidente da operadora, há zonas onde ainda existem casas que não estão reconstruídas, famílias que ainda não voltaram às suas casas e emigrantes que só no verão regressam à sua terra natal.

"Estamos a trabalhar com eles para que, quando regressarem no mês de junho, julho e agosto sejam repostas essas comunicações", vincou.

Alexandre Fonseca sublinhou que a rede da Altice já era "a maior e melhor rede fixa nacional" e que "está ainda melhor" depois dos trabalhos de reconstrução, referindo ainda que a empresa está a trabalhar para levar fibra ótica à totalidade da população portuguesa.

Antes do início da corrida, o presidente da Altice anunciou que em 2019 a corrida solidária voltará a realizar-se, sendo que, para o próximo ano, será "aberta ao público em geral".

"Certamente, vai ser um marco no programa desportivo nacional", vincou.

Com mil pessoas a participar na corrida (cerca de um terço da população de todo o município de Pedrógão Grande), o presidente da Câmara, Valdemar Alves, mostrou-se satisfeito com a iniciativa.

O autarca desejou que a Altice "continue a melhorar o que puder em termos de comunicação, que é o mais importante" para a região.

Sobre os problemas com as comunicações, Valdemar Alves referiu que não se pode fazer "de um momento para o outro, mas vai chegando" para o que o concelho necessita.

Durante a corrida, foram entregues simbolicamente oito árvores das cinco mil que a Altice doou ao município, disse.

De acordo com o autarca, as restantes serão entregues à medida das necessidades (normalmente, a plantação só decorre a partir de outubro, com as primeiras chuvas).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)