Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Pedófilo atrai vizinhos com comida e jogos

Menores eram aliciados com consolas e telemóveis.
Sérgio Pereira Cardoso 12 de Julho de 2016 às 01:45
Homem de 38 anos está em prisão preventiva, acusado de dez crimes
Homem de 38 anos está em prisão preventiva, acusado de dez crimes FOTO: Ricardo Cabral
Ganhou a confiança e a amizade de três adolescentes, seus vizinhos em Leça da Palmeira, Matosinhos. Começou a dar-lhes prendas: telemóveis, roupa, calçado, idas ao cinema e a piscinas. Tudo para convencer os meninos, de 13 e 14 anos, a diversos atos sexuais a que foram sujeitos pelo homem, de 38 anos, agora acusado pelo Ministério Público (MP) de dez crimes.

Tudo aconteceu no Bairro da Bataria, entre 2013 e 2015. Segundo a acusação, aproveitando-se da condição económica menos favorável dos três vizinhos menores, o arguido aliciou-os com bens materiais, dinheiro e atividades a que de outro modo não teriam acesso, tais como a utilização de consolas Playstation e computadores que pertenciam ao suspeito, além de ofertas de telemóveis, roupa e calçado.

Refere o MP que o homem também permitia aos três rapazes que tomassem banho e comessem na sua residência. Pagava-lhes ainda refeições em restaurantes, idas ao cinema e a piscinas. Contudo, apenas teriam direito aos presentes se mantivessem atos sexuais com o pedófilo. A um dos adolescentes, chegou a mostrar filmes pornográficos e fotografias e vídeos onde o próprio arguido se exibia nu e a masturbar-se.

O suspeito - que está preso - está agora acusado de um total de dez crimes: sete de abuso sexual de crianças, um de pornografia de menores, um de aliciamento de menores para fins sexuais e ainda outro de recurso à prostituição agravado.
Leça da Palmeira Ministério Público Bairro da Bataria pedofilia comida jogos menores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)