Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Pontos de luz nos céus geram surpresa na zona da Grande Lisboa

Comboio com meia centena de pontos luminosos foi avistado por moradores em Lisboa e Margem Sul.
Sérgio A. Vitorino 18 de Abril de 2020 às 10:23
Avistamento dos satélites, semelhante ao que ocorreu quinta-feira
Avistamento dos satélites, semelhante ao que ocorreu quinta-feira FOTO: Direitos Reservados
Eram perto de meia centena, numa fila indiana, os pequenos pontos de luz que causaram surpresa, e até algum alarme, a quem, entre as 21h00 e as 21h30 de quinta-feira, olhou para o céu na Grande Lisboa e Margem Sul.

Mas os aparentes objetos voadores não identificados (OVNI) não eram mais do que um comboio de satélites do projeto Starlink - um empreendimento do milionário Elon Musk que através de 12 mil satélites (já estão na termosfera 358), num investimento de 10 mil milhões de euros, visa levar internet de banda larga aos locais mais isolados do planeta.

Os aparelhos fazem órbitas à Terra a uma altitude de 550 quilómetros. Seguem o mesmo percurso, a (aparente do solo) curta distância uns dos outros. Têm uma luz branca contínua, que permite serem observados em noites de céu limpo, como se fossem estrelas em movimento.

Um site de seguimento de satélites refere que o comboio de satélites pode ser novamente visto na Grande Lisboa, com boa visibilidade, no dia 21 de abril, às 05h22, no sentido sul para nordeste. Mas pelo menos até segunda-feira será observado, com menor visibilidade, pelas 21h00 e pelas 05h00.
Margem Grande Lisboa Sul Informação sobre empresas satélites
Ver comentários