Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Português nadou da Europa a África

Nuno Vicente, nadador de Torres Novas, atravessou ontem a nado os 20 quilómetros do Estreito de Gibraltar em 3 horas e 43 minutos, entre Tarifa (Espanha) e Ponta Cires (Marrocos), no continente africano. É o terceiro português a concretizar a prova depois de Baptista Pereira, em 1953 e 1956, e de José Freitas, em 1962.
11 de Junho de 2009 às 00:30
Nuno Vicente foi o terceiro português a conseguir atravessar o Estreito de Gibraltar a nado
Nuno Vicente foi o terceiro português a conseguir atravessar o Estreito de Gibraltar a nado FOTO: direitos reservados

Satisfeito por se tornar no 222º nadador a unir a Europa a África a nado, Nuno Vicente, engenheiro civil, lamentou ao CM não conseguir concretizar o primeiro objectivo, que era regressar a nado a Espanha. Se tal acontecesse, seria o 6º em todo o Mundo a completar os 40 quilómetros. Optou por não efectuar o regresso, não só porque a água estava fria – 16c – mas também porque demoraria mais de cinco horas.

O jovem, de 30 anos, já tinha atravessado a nado, em Agosto, o Canal da Mancha (Inglaterra-França) em 11 horas e 36 minutos. O nadador recorda que a primeira vez que esteve em Marrocos foi ontem e chegou a nado, tal como sucedera quando esteve em França.

Nuno explicou que a prova mais difícil que realizou foi a ligação Farilhões-Peniche, "devido à forte ondulação". Do Estreito de Gibraltar recorda as várias vezes que se cruzou com cachalotes e golfinhos e o desvio de um quilómetro que foi obrigado a fazer devido a um cargueiro. À espera de ser pai em Setembro, vai fazer uma paragem na natação durante dois anos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)