Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Predador volta ao hospital e tenta violar funcionária em Lisboa

Vítima reconheceu agressor, o que levou PJ à detenção.
João Carlos Rodrigues 3 de Maio de 2019 às 01:30
Polícia Judiciária de Lisboa
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária de Lisboa
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária de Lisboa
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
A Polícia Judiciária de Lisboa deteve um predador sexual de 24 anos que tentou violar uma funcionária do hospital onde tinha estado internado.

Só não consumou a violação devido à resistência da vítima – que teve de receber assistência médica na sequência dos ferimentos sofridos – e de uma outra mulher, que ia a passar e ouviu os gritos de desespero.

O crime ocorreu pelas 14h00 do dia 19 de abril, no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa – antigo Júlio de Matos.

A mulher, de 48 anos, tinha saído do trabalho e foi surpreendida nas imediações do hospital, onde o predador tinha acedido ilegalmente, uma vez que conhecia o espaço por ali ter estado internado.

Segundo a PJ, "o agressor abordou a vítima com violência, lançando-a ao chão e agredindo-a, com um claro propósito de proceder a um abuso sexual, o qual só não foi consumado devido à resistência da mesma e à intervenção de uma testemunha que veio em seu auxílio".

O homem foi reconhecido pela vítima, mas só agora detido, uma vez que não lhe era conhecida residência fixa.

Presente a tribunal, foi submetido a internamento preventivo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)