Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Grupo de seis jovens em pânico tenta fugir de carro e é apanhado pelo fogo

Dois dos feridos estão em estado grave e foram encaminhados para Lisboa. Uma bombeira foi assistida por exaustão.
Marta Ferreira 4 de Agosto de 2018 às 20:41
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Carros destruídos pelos fogos
Seis jovens com cerca de 20 anos ficaram, este sábado, queimados após tentarem fugir do fogo que deflagrou em Estremoz. O incêndio rural progrediu rapidamente, o que assustou o grupo e o levou a sair da habitação onde se encontrava, em Monte do Cerradinho. 

Os jovens terão tentado fugir de carro, segundo confirmou ao Correio da Manhã o comandante distrital de Évora, José Ribeiro. Posteriormente abandonaram a viatura e acabaram por ser apanhados pelo fogo. 

O comandante de Estremoz, que se encontra no local, confirmou ao CM que dois dos feridos estão em estado grave e foram helitransportados para Lisboa. A mesma fonte adianta que pelo menos duas viaturas foram encontradas queimadas e uma bombeira terá sido assistida por exaustão. 

De acordo com o INEM estes feridos graves são duas jovens entre "os 20 e os 25 anos".

Quatro feridos, ligeiros, foram levados para o Hospital de Évora. Fonte do HESE contactada pela Lusa revelou que, destes quatro feridos, "um já teve alta", outro "aguarda transferência para uma unidade de queimados" numa unidade hospitalar de outra zona do país e "os outros dois vão ser submetidos a cirurgia plástica".

Ainda segundo o comandante distrital de Évora, os jovens serão lisboetas e teriam arrendado uma casa na região em contexto de férias. Esta informação ainda não está, porém, totalmente confirmada. 

O incêndio que os vitimou foi dado como dominado às 21h00 deste sábado e está em fase de conclusão desde as 22h35. 

José Ribeiro aconselha à população para que, nestas situações, se mantenha calma a fim de garantir a "segurança das pessoas".

Estremoz acidentes e desastres São Bento do Cortiço incêndios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)