Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Scotland Yard segue última pista por Maddie

Polícia britânica recebeu mais 170 mil euros para prosseguir com as diligências.
Miguel Curado 28 de Março de 2018 às 01:30
Maddie McCann
Maddie
Madeleine McCann
Kate e Gerry McCann
Pais de Maddie com os gémeos
Maddie McCann
Maddie
Madeleine McCann
Kate e Gerry McCann
Pais de Maddie com os gémeos
Maddie McCann
Maddie
Madeleine McCann
Kate e Gerry McCann
Pais de Maddie com os gémeos
A Scotland Yard - polícia inglesa - recebeu mais 170 mil euros do Ministério do Interior daquele país para prosseguir a investigação ao desaparecimento de Maddie McCann. A ideia é, segundo se refere em Inglaterra, permitir que os investigadores persigam a última pista que ainda resta no inquérito.

A verba agora desbloqueada, que se estima poder ser o último financiamento que a Scotland Yard vai receber para a investigação ao que aconteceu à menina de apenas 3 anos desaparecida em 2007, na Praia da Luz, Algarve, junta-se aos 12,5 milhões de euros já gastos na ação.

Um porta-voz da força policial britânica, no entanto, não quis explicar qual o sentido que o inquérito irá agora tomar. O financiamento surge em cima do limite temporal definido pela Scotland Yard.

Os responsáveis policiais alertaram publicamente que já só tinham dinheiro disponível para continuar a trabalhar na operação Grange (nome dado à investigação pelo ex-primeiro-ministro britânico David Cameron), até final de março.

Espera-se que os inspetores da Scotland Yard possam, agora, realizar mais diligências em solo inglês e também em Portugal, nomeadamente o interrogatório de suspeitos que foram "considerados relevantes para o caso".

Ouvido pela comunicação social inglesa, um representante de Kate e Gerry McCann, pais da menina, disse que "o casal está muito agradecido ao governo inglês e confiante na investigação".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)