Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Travam bêbedo em contramão

Homem de 65 anos acusa 1,87 g/l e ataca agentes da PSP.
João Carlos Rodrigues 1 de Março de 2016 às 08:23
Agente da PSP ferido  no rosto e nas pernas foi tratado no hospital
Agente da PSP ferido no rosto e nas pernas foi tratado no hospital FOTO: Pedro Catarino/Correio da Manhã

Incrédulos com o que viam, dez moradores das Paivas, no Seixal, conseguiram travar a marcha de um homem que conduzia em contramão nas imediações do Parque Urbano daquela localidade. Mas o pior aconteceu depois de a PSP chegar. O condutor, de 65 anos, voltou a entrar no veículo e acelerou, falhando por pouco um dos agentes. Quando finalmente foi parado, atacou os polícias à cabeçada e a pontapé. Submetido ao teste de alcoolemia, acusou uma taxa de 1,87 g/l, mais três vezes acima do limite legal para conduzir.

O caso ocorreu pouco depois das 20h00 de sábado, numa zona habitacional. O homem conduzia o carro na faixa contrária e por pouco não embateu noutros veículos. Quando abrandou, foi travado por populares, que chamaram o PSP.

"O condutor mostrou-se extremamente agressivo e nada cooperante com os agentes, tendo tentado retomar a marcha. Dizia que só o queriam prejudicar e que estava com pressa, pois tinha de ir para a Suíça", disse ao CM fonte policial.

"Quando o mandaram sair do veículo, atacou os elementos da patrulha a pontapé e à cabeçada. Um dos agentes agredidos teve de receber tratamento hospitalar a ferimentos no rosto e nas pernas", acrescentou a mesma fonte.

Apesar da taxa de álcool que acusou no teste do ‘balão’ e da agressão aos agentes policiais, o homem foi deixado em liberdade com notificação para se apresentar em tribunal, uma vez que a lei não prevê prisão preventiva para este tipo de casos.

bêbedo contramão agressões crime psp álcool Paivas Seixal