Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Acusam médico de negligência

Elisa Brás, 69 anos, morreu uma semana após uma ida às Urgências. A família diz que o profissional de saúde apenas receitou um anti-inflamatório.
Ana Borges Pinto e Catarina Gomes Sousa 17 de Janeiro de 2015 às 14:57
As filhas criticam a atuação do médico que atendeu a mãe nas urgências do Hospital de Mirandela
As filhas criticam a atuação do médico que atendeu a mãe nas urgências do Hospital de Mirandela FOTO: D.R.

"O médico foi negligente com a minha mãe. O desfecho podia ter sido o mesmo mas não tinha sofrido o que sofreu." É desta forma que Amélia Gonçalves mostra a revolta pela morte da mãe, Elisa Brás, de 69 anos, que morreu uma semana depois de ter dado entrada nas Urgências de Mirandela. A família da vítima não se conforma com a situação e vai apresentar queixa contra o profissional de saúde. O caso de Trás-os-Montes aconteceu pouco tempo depois de um homem morrer à espera nas Urgências do Hospital da Feira, onde ontem estiveram representantes da Ordem e dos sindicatos dos médicos (ver caixa).

Uma forte e persistente dor no peito levou Elisa às Urgências do Hospital de Mirandela, no passado dia 7, onde o médico de serviço lhe receitou um anti-inflamatório e a mandou para casa. Com a dor cada vez mais intensa, ainda no mesmo dia, Elisa recorreu a um hospital privado da cidade, que a diagnosticou com um enfarte. De lá, seguiu para o Hospital de Vila Real, onde uma semana depois acabou por falecer.

"A minha mãe deu entrada nas Urgências de Mirandela às 09h00, deram-lhe a pulseira amarela, entrou logo mas não teve a assistência que devia. Deram-lhe um anti-inflamatório e um analgésico e não lhe fizeram mais nada", contou outra das filhas, Fernanda Gonçalves.

"Vou fazer queixa do médico. Não vou apresentar queixa jurídica porque de certeza que não era isso que a minha mãe queria, mas vou apresentar queixa na Ordem dos Médicos e no Ministério da Saúde para que este médico não cometa outra vez o mesmo erro", garantiu Amélia Gonçalves.

médico negligência acusação filhas
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)