Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Igreja quer repor feriados

Feriados católicos precisam de acordo entre Estado e Santa Sé.
Secundino Cunha 13 de Novembro de 2015 às 15:50
Conferência Episcopal esteve reunida esta semana em Fátima
Conferência Episcopal esteve reunida esta semana em Fátima FOTO: Rui Miguel Pedrosa
A Igreja Católica aplaude a reposição dos feriados cortados em 2013, mas exige que a recolocação aconteça para todos os feriados e não recolocando os feriados civis já em 2016 e os religiosos em 2017.

No caso dos feriados católicos, a sua reposição exige, como aconteceu com a suspensão, uma negociação entre o Estado português e a Santa Sé, envolvendo a Nunciatura Apostólica e o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal.

O patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, diz esperar que o assunto seja tratado "com o devido rigor", evitando uma reposição em dois tempos.

"Isso seria sintoma de uma laicização excessiva da sociedade, que deve evitar-se. O Estado é laico, mas a sociedade tem valores e tradições, inscrevendo-se nelas as festas religiosas", afirmou o presidente da Conferência Episcopal.

Na análise à situação atual do País, os bispos apelaram ao diálogo e disseram esperar "que não haja excessiva crispação sociopolítica". No caso dos refugiados, os prelados apelaram à celeridade na resolução do problema.
feriados igreja governo Igreja Católica D. Manuel Clemente
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)