Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Centro social 'inventa' 17 utentes e recebe 86 mil euros da Segurança Social

Dirigentes e a própria IPSS foram acusados de um crime de burla tributária agravada.
Manuel Jorge Bento 1 de Setembro de 2018 às 09:49
Idosos
Idosos
Casal de idosos
Casal
Idosos
Idosos
Casal de idosos
Casal
Idosos
Idosos
Casal de idosos
Casal
O presidente da direção e a diretora técnica de uma instituição de apoio social de Chaves colocaram 17 utentes, a quem nunca foram prestados quaisquer serviços, na lista mensal enviada à Segurança Social.

Com o esquema, a instituição obteve, entre setembro de 2010 a fevereiro de 2015, uma comparticipação de 86 616 euros. Dirigentes e a própria IPSS foram acusados de um crime de burla tributária agravada.

A instituição de solidariedade social, com ação no concelho de Chaves, oferece respostas sociais de apoio ao domicílio, centro de dia e lar de idosos. No entanto, os 17 supostos utentes nunca usufruíram de ajuda daquele centro social.

A Procuradoria-Geral Distrital do Porto indica que foi deduzida acusação contra os três arguidos no passado dia 29 de maio.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)