Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Sites de relacionamentos amorosos em expansão

Crise económica está a impulsionar o negócio
27 de Julho de 2013 às 09:59
Europeus gastaram cerca de 811 milhões de euros em sites de procura de relacionamentos
Europeus gastaram cerca de 811 milhões de euros em sites de procura de relacionamentos FOTO: Getty Images

Os portugueses recorrem cada vez mais a sites de relacionamento amoroso. A crise económica está a impulsionar o negócio, que a nível europeu movimenta anualmente mais de 800 milhões de euros.

Para a investigadora brasileira Birgit Semper, responsável por um estudo de 2012 sobre o mercado de 'on-line dating' no Brasil, em Portugal e outros países europeus "houve um grande 'boom' que inclui não só os internautas mais tradicionais, como também um público que procura algo mais radical".

"Contatos de sexo e relacionamentos adultos, 'swing' e fetiche estão entre os mais procurados e rentáveis", disse à Lusa Semper, para quem "é fácil explicar" o aumento da procura destes serviços: "As pessoas estão deprimidas, não têm trabalho, não têm muito dinheiro e não têm namorado/namorada. As agências de encontros podem mudar isso ativamente (...) com a crise o mercado do 'online dating' tem vivido um 'boom' gigante", disse à Lusa. 

Liliana Duarte (Amore Nostrum) confirma que a "afluência de clientes tem aumentado de modo regular, com uma entrada de cerca de 100 novos casos a cada mês".          

A Amore Nostrum que, segundo Liliana Duarte, psicóloga e diretora-geral, se assume como "a agência matrimonial nº1 em Portugal, e a mais antiga", tem inscrições desde 350 euros até acima dos 1.000 euros.

"Quem nos procura, desde logo apontando o casamento como meta, não é, como à primeira vista se poderia imaginar, do género tímido ou sem atrativos", referiu Liliana Duarte acrescentando que pessoas de todas as profissões procuram a Amore Nostrum.

O estudo sobre sites de encontros realizado por Birgit Semper, em 2011-2012, refere que estes negócios geraram 4,8 milhões de lucros em 2011, aumentando 14% em relação ao ano de 2010, e que cerca de 450 mil portugueses procuram relacionamentos na internet mensalmente.

O estudo revelou que os europeus gastaram cerca de 811 milhões de euros em sites de procura de relacionamentos e que 85% dessa receita é gerada principalmente a partir de taxas de adesão de membros 'premium' que pagam assinaturas, embora também existam serviços pagos individualmente.

sites online dating relacionamento amoroso adultos sexo swing negócio crise internet
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)