Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina': "Ele tinha imensas namoradas"

Primeiro-ministro falou sobre o homem que está por detrás da figura da política portuguesa.
5 de Março de 2019 às 12:34
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
António Costa e Fernanda Tadeu
António Costa
António Costa
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
António Costa e Fernanda Tadeu
António Costa
António Costa
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
 António Costa e a mulher cozinham no 'Programa da Cristina'
António Costa e Fernanda Tadeu
António Costa
António Costa
O primeiro-ministro, António Costa, marcou presença esta terça-feira n'o Programa da Cristina, na SIC, e, em dia de Carnaval, confessou que se mascarou quando era criança e até ganhou um prémio. A sua mulher, Fernanda Tadeu, também esteve presente, confessando que Costa sempre teve "imensas namoradas".

Juntos, cozinharam cataplana de peixe enquanto falaram sobre o início do relacionamento, para além de toda a infância do primeiro-ministro.

"Em miúdo mascarei-me e até ganhei um prémio. Foi a minha avó que fez a máscara. Eu e a minha prima Rita fomos e ganhámos", começou por dizer António Costa, filho de pais separados.

"Na altura era raro ser filho de pais separados. Durante muitos anos vivia com a minha mãe e no fim de semana estava com o meu pai. Depois fui crescendo e fui ganhando autonomia", referiu.

"A minha mãe sempre me impôs regras, tem um elevado sentido de autoridade, mas com o meu pai era sempre uma relação mais limitada, porque era só ao fim de semana e nas férias. Era muito mais ligado à minha mãe", continuou António Costa, explicando que os seus pais sempre o deixaram sonhar.

"Os meus pais sempre me deixaram escolher aquilo que queria. Claro que levava reguadas. Há um sorriso com o qual as pessoas não simpatizam", concluiu.

Costa assegura que donativos através do Estado estão todos "auditados e esclarecidos"
O primeiro-ministro afirmou ainda que os donativos que foram dados para as vítimas dos incêndios de 2017 através do Estado "estão todos auditados e esclarecidos", reconhecendo que esses foram os momentos mais difíceis do seu mandato.

A política quase passou ao lado da presença do primeiro-ministro no programa, mas, perto do final, a apresentadora Cristina Ferreira questionou-o se os incêndios de Pedrógão poderiam ser considerados "a mancha negra" do seu mandato.

Ver esta publicação no Instagram

Estava bom de sal. @antoniocostapm . #oprogramadacristinasic

Uma publicação partilhada por Cristina Ferreira (@dailycristina) a

Ver comentários