Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Venda de revistas não tira Impresa do prejuízo

Apesar de negativo em 633 mil euros, resultado representa evolução positiva de 77,1% face a período homólogo.
Hugo Real 4 de Maio de 2018 às 01:30
Francisco Pedro Balsemão é presidente executivo da Impresa
Francisco Pedro Balsemão é o presidente executivo da Impresa
Francisco Pedro Balsemão, assumiu a presidência da Impresa em março de 2016
Francisco Pedro Balsemão é presidente executivo da Impresa
Francisco Pedro Balsemão é o presidente executivo da Impresa
Francisco Pedro Balsemão, assumiu a presidência da Impresa em março de 2016
Francisco Pedro Balsemão é presidente executivo da Impresa
Francisco Pedro Balsemão é o presidente executivo da Impresa
Francisco Pedro Balsemão, assumiu a presidência da Impresa em março de 2016
A dona da SIC melhorou os seus resultados entre janeiro e março deste ano, o primeiro após a venda das suas revistas à Trust in News. Contudo, isso não foi suficiente para obter lucros. Neste período, a Impresa registou um prejuízo de 633 mil euros, uma evolução positiva de 77,1% face às perdas de quase 2,8 milhões no trimestre homólogo.

No total, o grupo liderado por Francisco Pedro Balsemão obteve receitas de 39,2 milhões (uma quebra de 0,3%), das quais quase 83% (32,4 milhões) veio dos canais SIC. Na área de televisão, a grande fonte de receitas continua a ser a publicidade, que neste trimestre rendeu 19,9 milhões de euros (uma quebra de 1,9%).

Pela positiva destaque para a redução em seis milhões de euros da dívida líquida do grupo Impresa, que em março se fixou em 185,6 milhões de euros.
Recorde-se que no início de abril, a Media Capital, dona da TVI, tinha apresentado as suas contas trimestrais, nas quais alcançou um lucro de 1,94 milhões de euros, um aumento de 1%. As receitas totais subiram em 10%, para os 38,7 milhões de euros.

Também na empresa liderada por Rosa Cullell, a televisão é o maior negócio e representou 82% dos proveitos totais. Ou seja, 31,8 milhões, dos quais 19,8 milhões foram alcançados com a venda de publicidade.

Refira-se ainda que no final da março, a Media Capital tinha uma dívida líquida de 90 milhões de euros, uma redução de 9,7% em relação ao mesmo mês do ano passado.
Impresa SIC Trust News Francisco Pedro Balsemão Media Capital TVI Rosa Cullell media
Ver comentários