Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
1
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

“As festas são um orgulho para a população da Moita”

Com uma oferta musical diversificada e atividades mais tradicionais, como a Tarde do Fogareiro e a Procissão em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, as Festas da Moita atraem milhares de pessoas à vila
4 de Setembro de 2019 às 14:24
Rui Garcia, presidente da Câmara Municipal da Moita
Rui Garcia, presidente da Câmara Municipal da Moita

As Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem são "aguardadas e vividas com grande expectativa e intensidade pela população", refere o presidente da Câmara Municipal da Moita. Em conversa com o Correio da Manhã, Rui Garcia explicou que, além de serem o reflexo da cultura e da identidade da Moita, as festas são também um estímulo para o desenvolvimento económico e para a atractividade turística do concelho.

A dois dias do início das Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, como está a decorrer o trabalho de preparação por parte da câmara municipal e da comissão?
O trabalho de preparação está já na fase final. É sempre, todos os anos, um trabalho muito intenso, mas também gratificante, para que tudo esteja como necessário no dia da abertura das Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem.

O que destacaria na programação deste ano? É um programa heterogéneo?
A programação das festas procura sempre adequar-se aos diversos públicos e tenta ser do agrado de todos, quer nos espetáculos musicais, que são bastantes diversificados, quer nas restantes ofertas de entretenimento que a festa proporciona. Diversas valências e espaços permitem que todos os que nos visitam encontrem sempre algo do seu agrado. No diversificado programa deste ano, deixo o convite para que assistam ao espetáculo de abertura com a banda Boney M e, naturalmente, que participem na tradicional Tarde do Fogareiro e na Procissão em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, eventos que atraem sempre milhares de pessoas.

Que valor atribuem os moitenses a estas festas?
Estas festas são um orgulho para a população da Moita. São festas com séculos de existência e que têm uma grande projeção regional. São aguardadas e vividas com grande expectativa e intensidade pela população. Estas festas, a ligação ao rio, as embarcações tradicionais, são marcas que distinguem o concelho da Moita.

Estes eventos e símbolos da Moita trazem mais turismo ao concelho?
As festas tradicionais, além de serem a expressão da cultura e da identidade próprias de cada comunidade, são também, nos dias de hoje, fatores importantes de estímulo ao desenvolvimento económico. Através das festas, promovemos os principais atrativos da vila e do concelho. A visita de dezenas de milhares de pessoas, durante o período das festas, é muito importante do ponto de vista da sustentabilidade, sobretudo do comércio local. E também é relevante o facto de muitas delas retornarem à vila para a visitar com mais tempo e para experienciar as ofertas de turismo e lazer que aqui se podem encontrar.

Um Município pleno de vida

Que projetos ou obras estão em curso ou que serão desenvolvidas no âmbito da requalificação da frente ribeirinha e de zonas de lazer?
Temos diversas ações em curso ou em preparação no âmbito da requalificação da frente ribeirinha. Neste momento, está em execução uma intervenção que visa, entre outros aspetos, a valorização e a proteção ecológica das margens: a obra de requalificação da frente ribeirinha entre a Moita e o Gaio/Rosário, que consiste, essencialmente, na renaturalização daquele espaço, tornando-o utilizável e aprazível para a população. Por outro lado, estão em preparação intervenções na frente ribeirinha de Alhos Vedros, designadamente a requalificação do Largo do Descarregador e a beneficiação da zona da caldeira do moinho.

A localização estratégica ou geográfica da Moita ajuda a implantar novas empresas? O que está a fazer a autarquia para atrair investidores?
O concelho da Moita está localizado em plena Área Metropolitana de Lisboa, servido de boas acessibilidades e, desse ponto de vista, é uma localização vantajosa para a implantação de novas empresas, de indústria e serviços. Temos procurado tirar partido dessa localização, divulgando o concelho e criando condições, como incentivos fiscais e análise célere de projetos, para proporcionar as melhores condições de acolhimento de novos investimentos.

Que projetos da autarquia destacaria na área social?
Consideramos que os fatores de intervenção social mais importantes no concelho são a densidade e o trabalho desenvolvido pela Rede Social, constituída pelas autarquias e, fundamentalmente, pelos atores no território que são as instituições sociais. A Rede Social é o maior instrumento de acção e de acompanhamento das necessidades das populações. A grande aposta do município tem sido, através do apoio diversificado a estas instituições, a criação de condições para que esta Rede Social continue a crescer e a intensificar a sua atuação. Não posso também, nesse âmbito, deixar de referir a importância dessa grande riqueza do concelho da Moita que é o Movimento Associativo e Popular, com quem a câmara estabeleceu contratos-programa, e que, pela sua ação, contribui para a participação e para a coesão social, seja pela capacidade de mobilização das populações, seja pela ampla oferta ao nível recreativo, desportivo e cultural.