Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

"Campeonato vai ficar como o 35 de Vítor Pereira"

Octávio Machado, diretor-geral do Sporting, acusa líder da Arbitragem.
15 de Maio de 2016 às 21:04
O diretor-geral para o futebol do Sporting, Octávio Machado, acusou este domingo o presidente do Conselho de Arbitragem da federação, Vítor Pereira, de ter "marcado profundamente" o desfecho da I Liga, afirmando que "terá a camisola 35
O diretor-geral para o futebol do Sporting, Octávio Machado, acusou este domingo o presidente do Conselho de Arbitragem da federação, Vítor Pereira, de ter 'marcado profundamente' o desfecho da I Liga, afirmando que 'terá a camisola 35 FOTO: José Moreira

O diretor-geral para o futebol do Sporting, Octávio Machado, acusou este domingo o presidente do Conselho de Arbitragem da federação, Vítor Pereira, de ter "marcado profundamente" o desfecho da I Liga, afirmando que "terá a camisola 35".

 

O antigo treinador, para quem "o Sporting foi a melhor equipa do campeonato", lamentou, após a goleada em Braga, por 4-0, na derradeira jornada da prova, que "tudo tivesse terminado como começou, isto é, penáltis contra o Benfica só depois dos 95 minutos e quando estivessem a ganhar 5-0".

 

O dirigente leonino falava depois de o Benfica ter conquistado o seu 35.ª título de campeão nacional, terceiro consecutivo, com uma vitória por 4-1 sobre o Nacional, na 34.ª e última ronda.

 

Octávio considerou "factos", conforme "aconteceu na primeira jornada, contra o Estoril, e este domingo, mais uma vez, contra o Nacional da Madeira, no jogo decisivo, em que houve um penálti do Talisca e não foi marcado, quando estava 0-0".

 

"Já houve o Calabote noutros tempos, agora o senhor Vítor Pereira terá uma camisola com o número 35. Este campeonato vai ficar na história como o 35 de Vítor Pereira", disse o diretor 'leonino', referindo-se ao responsável pela arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, associando-o ao número de títulos nacionais até hoje conquistados pelo rival da Luz.

 

Segundo Octávio Machado, o dirigente da arbitragem, que abandona o cargo no final desta época, "mostrou que aqueles que votaram contra si, em reunião na Liga, têm toda a razão. Não é só o Sporting a queixar-se".

 

"As últimas nomeações foram prova de que não houve vergonha nenhuma", acrescentou, concluindo que "o Sporting foi, de longe, a melhor equipa e nos confrontos diretos, com árbitros internacionais, viu-se a diferença".

 

 

Vítor Pereira Octávio Machado Sporting presidente do Conselho de Arbitragem I Liga Benfica desporto futebol
Ver comentários