Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

"Fez-se justiça", diz advogado de Júlio Loureiro sobre processo E-Toupeira

Funcionário judicial que era arguido no processo não vai a julgamento.
21 de Dezembro de 2018 às 16:54
Advogado de Júlio Loureiro
Júlio Loureiro
Advogado de Júlio Loureiro
Júlio Loureiro
Advogado de Júlio Loureiro
Júlio Loureiro
O advogado do funcionário judicial Júlio Loureiro afirmou esta terça-feira estar satisfeito com a decisão da juíza Ana Peres, do Tribunal Central de Instrução Criminal, em não pronunciar o seu cliente.

"Estou satisfeito, estávamos plenamente convencidos que isto ia dar em nada e deu em nada. Fez-se justiça. Vamos aguardar se o MP tem coragem de persistir… Estamos a ponderar um pedido de indemnização", afirmou.

Júlio Loureiro estava acusado dos crimes de corrupção passiva, violação do dever de sigilo, acesso indevido e violação do segredo de justiça. A juíza Ana Peres não encontrou indícios suficientes para sustentar a prática destes ilícitos e decidiu não o levar a julgamento.
advogado Ana Peres Júlio Loureiro Estamos Tribunal Central de Instrução Criminal crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)