Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Frederico Varandas diz que Bruno recusou "qualquer tipo de medicação para as dores"

"Quer fazer os sportinguistas de parvos e burros", acusa o médico.
22 de Junho de 2018 às 22:38
Frederico Varandas
Frederico Varandas
Frederico Varandas
Frederico Varandas
Frederico Varandas
Frederico Varandas
Confrontado com as acusações de Bruno de Carvalho, que na Sporting TV acusou de o ter abandonado quando teve problemas nas costas após o duelo com o P. Ferreira, Frederico Varandas acusou em declarações à CMTV o presidente leonino de mentir e revelou mesmo que este recusou tomar qualquer medicamente para as dores que poderia estar a sentir.

"Sou médico há 14 anos. Se há coisa que nunca vi posta em causa foi a minha competência técnica como médico. Um médico tem um código de ética muito particular. Eu próprio enquanto médico militar quando estava no Afeganistão, tive de tratar feridos do inimigo, e tratei-os. É o dever de um médico.

Se naquele dia o abandonei, como ele diz, a decisão que tomei foi uma decisão completamente racional e baseada no meu juízo médico.

Sabe quantos doentes já vi com lombalgia ou dor de costas? Centenas, milhares provavelmente. E nós médicos, existem pequenos sinais com que conseguimos perceber qual a gravidade do caso.

Tenho tanta razão no meu juízo que quando desci ao balneário, o próprio Bruno de Carvalho recusou qualquer tipo de medicação para as dores. E tenho quatro testemunhas que presenciaram aquilo, e quando um médico está na presença de um doente que recusa medicação para as dores, fica logo muito tranquilo, que não é nenhuma urgência. Quando um doente não quis tomar nada, fico mais descansado do ponto de vista clínico.

Por que é que nunca me questionou? Por que me conhece muito bem e sabia o que eu ia responder. Então nunca tocou no assunto. Passou mais de um mês e nunca me falou nessa questão das costas. Nunca.

Por que fala agora? Porque quer fazer os sportinguistas de parvos e burros.

Outra mentira de Bruno de Carvalho: ‘O Dr. Varandas abandonou-me e foi dar a volta olímpica’. Convido toda a gente a ver a volta olímpica. Foram os jogadores, Jorge Jesus, André Geraldes, seu braço direito… Eu levantei-me, cumprimentei os jogadores e treinador e fui calmamente para o balneário. Bruno de Carvalho mente."
Bruno de Carvalho Afeganistão P. Ferreira presidente futebol desporto André Geraldes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)