Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Sérgio Conceição exige agressividade aos jogadores do FC Porto

Treinador quer resposta no Jamor, depois de falhada a conquista do campeonato para o Benfica.
Pedro Neves de Sousa 22 de Maio de 2019 às 01:30
Pinto da Costa anuncia renovação de Sérgio Conceição pelo FC Porto até 2021
Sérgio Conceição, conferência de imprensa
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição com o plantel
Pinto da Costa anuncia renovação de Sérgio Conceição pelo FC Porto até 2021
Sérgio Conceição, conferência de imprensa
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição com o plantel
Pinto da Costa anuncia renovação de Sérgio Conceição pelo FC Porto até 2021
Sérgio Conceição, conferência de imprensa
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição com o plantel
"Agressividade" é a palavra-chave de todas as palestras de Sérgio Conceição durante a preparação para a final da Taça de Portugal, apurou o Correio da Manhã.

O treinador não se cansa de repetir que os jogadores têm de "dar tudo dentro de campo" frente ao Sporting, no Jamor, pois está em causa o segundo troféu que o FC Porto pode vencer esta época, depois da Supertaça (3-1 frente ao Desp. Aves).

Os dragões falharam contudo as conquistas da Liga e Taça da Liga, esta frente ao Sporting ( 1-1 e depois 1-3 nas grandes penalidades). Exige também "velocidade e golos" no clássico, apurou o CM.

As palestras têm sido longas desde o fim do campeonato. O objetivo é motivar o plantel ao destacar os aspetos positivos de uma temporada em que os dragões perderam o título de campeões.

Quer a equipa de "cabeça limpa" e "focada apenas e só" no último jogo de 2018/2019, que pode ser também o seu derradeiro no banco do FC Porto.

O técnico, contudo, tem presença garantida na final da Taça de Portugal, uma vez que o processo disciplinar que lhe foi instaurado pelo Conselho de Disciplina (CD) FPF, na sequência dos incidentes com o guarda- -redes Renan, no FC Porto-Sporting, da última jornada do campeonato, não o impede de ir para o banco.

A queixa do Sporting foi sustentada pelas imagens de vídeo, que mostram que Conceição atingiu o guarda-redes, já perto do fim do clássico da Liga, após a expulsão de Corona.

A Comissão de Instrutores da Liga de Clubes levantou um auto por flagrante delito, apesar de considerar que não é clara qualquer agressão de Conceição ao guarda-redes.

Ainda assim, o CD da FPF abriu um processo disciplinar para averiguar a responsabilidade do treinador, que pode defender-se e apresentar testemunhas.

O processo não o impede de estar na final do Jamor. Contactada pelo CM, fonte do Sporting não quis comentar a decisão do CD.

FC Porto queixa-se de discriminação
O FC Porto queixou-se de "discriminação" no Jamor por lhe ter sido negada a possibilidade de fazer uma coreografia com cerca de 15 mil bandeiras.

"O argumento é o tamanho das hastes e o perigo de inflamação. E não é que já usámos várias vezes este tipo de bandeiras no nosso estádio devidamente aprovadas?", questionou Fernando Saúl, Oficial de Ligação aos Adeptos, através do Facebook.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)