Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Goleada aguenta leão na luta do título

Slimani bisou e abriu o caminho ao triunfo.
Octávio Lopes 5 de Abril de 2016 às 02:15
Leões festejam um dos golos marcados ao Belenenses
Leões festejam um dos golos marcados ao Belenenses FOTO: António Cotrim/Lusa

O Sporting fez ontem uma boa exibição, goleou o Belenenses por 5-2 e voltou a ter o Benfica a dois pontos, quando faltam seis jornadas para o final do campeonato.

O passeio do Restelo começou, praticamente, com a primeira oportunidade do Sporting: Teo passou a Slimani que rematou forte, opondo-se Ventura com uma boa defesa. Seguiram-se dez minutos de relativo equilíbrio até que os leões descobriram que através de uma grande pressão ao portador da bola podiam vulgarizar o Belenenses. E foi o que fizeram.

Durante largos minutos, uns andavam de mota e outros de bicicleta. E os ‘motards’ criaram e desperdiçaram várias oportunidades antes de inaugurarem o marcador: 13’ - isolado por Ruiz, Teo, à boca da baliza, atirou por alto; 14’ - Ventura saiu da área e aliviou contra Slimani, com a bola a sair perto do alvo; 16’ - William recuperou uma bola, fez uma tabelinha com Slimani, isolou-se e quando ia rematar, escorregou e a bola saiu ao lado; 20’ - Ruiz soltou Teo, na esquerda, que entrou na área e acertou nas pernas de Ventura. Adivinhava-se o golo, que acabou por suceder aos 23’: Slimani recebeu um passe de Adrien, fintou Gonçalo Silva e rematou cruzado para o fundo das redes.

A pressão sportinguista não diminuiu e Slimani fez o 2-0, de penálti (32’), que castigou um agarrão de Tiago Almeida a Ruiz. A pressão leonina diminuiu e, perto do intervalo, Miguel Rosa estourou de fora da área e Patrício brilhou.


Na 2ª parte, o Belenenses arriscou a jogar em 3x4x3. E quando perdia a bola, sofria a bom sofrer na defesa. O 3-0 surgiu aos 54’, num remate de fora da área de Adrien, após um mau alívio de Gonçalo Brandão.

No minuto 58, Teo fez o 4-0, em fora de jogo, num lance em que o árbitro Tiago Martins também errou ao não assinalar um penálti, por mão de Gonçalo Silva. No minuto 59, novo erro da equipa de arbitragem: golo mal anulado a Slimani, que estava em posição legal.

Depois deste lance, o Belenenses voltou a ter algum fôlego e reduziu aos 75’, de cabeça, por Bakic, que se antecipou a Slimani na sequência de um livre de Tiago Silva.

O Sporting respondeu de imediato com o 5-1, por Teo, após um bom lance individual de Mané. Mas o jogo estava num período de parada e resposta e a equipa do Restelo reduziu para 5-2, num grande remate de Tiago Silva, de fora da área.
Sporting Belenenses Restelo futebol Liga
Ver comentários