Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

"Vamos todos ser eternos"

Éder foi a uma varanda agradecer o apoio.
Pedro Carreira 14 de Julho de 2016 às 08:34
Éder foi a uma varanda agradecer o apoio
Éder foi a uma varanda agradecer o apoio FOTO: Pedro Simões
Foi em clima de absoluta euforia que centenas de pessoas aclamaram ontem Éder, em Lisboa. O autor do golo que deu o título europeu a Portugal esteve numa loja de roupa desportiva no Chiado e respondeu a várias perguntas dos jornalistas.

"Vamos ser todos eternos", disse o avançado, de 28 anos, sobre os colegas de Seleção. Ao mesmo tempo, e do lado de fora, os adeptos entoavam o nome do jogador. "Éder, Éder, Éder!", ouvia-se.

O herói da final do último domingo dirigiu-se a uma das varandas da loja para agradecer a presença e o apoio dos adeptos. "Força Portugal! Somos campeões!", disse. Éder foi depois confrontado com a criação do site Desculpaeder.com, um espaço na internet onde milhares de pessoas já deixaram mensagens de apoio a um jogador que, antes do Europeu, era visto como o "patinho feio" da equipa, como admitiu o selecionador Fernando Santos. "Não guardo rancor de ninguém. Não há nada a perdoar", afirmou.

A esperança em conseguir um autografo ou tirar uma fotografia com o craque levou vários curiosos a parar junto àquela loja. Alguns não sabiam o que se estava a passar. Outros, não esconderam a desilusão por não terem conseguido aproximar-se de Éder. "Ele era o meu jogador preferido, agora já não é mais", disse um jovem adepto, em lágrimas, num momento transmitido em direto na CMTV (canal 8 do MEO e da NOS).
Éder Portugal Europeu Fernando Santos CMTV desporto futebol Euro2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)