Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Défice passou a excedente orçamental de 0,7% no terceiro trimestre

Depois de o saldo orçamental ter atingido um défice de 1,9% nos primeiros seis meses do ano, as contas passaram a ser positivas.
21 de Dezembro de 2018 às 12:17
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Depois de nos primeiros seis meses do ano o saldo orçamental ter sido negativo em 1.856,7 milhões de euros, ou seja, 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB), o saldo melhorou e, até ao final de Setembro, foi positivo.

Nos primeiros nove meses do ano, saldo orçamental das Administrações Públicas foi de 1.111,2 milhões de euros, 0,7% do PIB em contas nacionais, a óptica de compromissos e que é considerada por Bruxelas para o apuramento das regras europeias. 

O saldo orçamental até ao final de Setembro melhorou também em termos homólogos. No conjunto dos três primeiros trimestres de 2017, Portugal teve um défice orçamental de 3,2% do PIB.

Se se considerar o terceiro trimestre isoladamente, o saldo orçamental foi de 3.082,2 milhões de euros (6% do PIB trimestral), aumentando face ao mesmo período do ano anterior. Entre o início de Julho e o fim de Setembro de 2017, Portugal teve um excedente de 2,6% do PIB trimestral, o mais elevado desde o início de 1995, o primeiro ano para o qual há registos da execução orçamental em contabilidade nacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)