Professora detida por cortar o cabelo a aluno à força

Docente americana perseguiu alunos com tesoura, obrigou um deles a sentar-se e cortou-lhe uma madeixa enquanto cantava o hino.
07.12.18
Entrou na sala de aula com uma tesoura nas mãos e um ar visivelmente perturbado. Margaret Gieszinger, de 52 anos e professora de química numa escola secundária de Visalia, na California, gritou que era "dia de cortar o cabelo" e ordenou a um dos alunos que se sentasse na sua cadeira. Enquanto cantava o hino americano, corou-lhe uma madeixa de cabelo e foi atrás do resto da turma. Uma rapariga escapou por pouco à tosquia e todos os alunos fugiram.

O caso aconteceu esta segunda-feira nesta escola americana e teve um desfecho pouco simpático para a professora. A docente foi detida pela polícia e aguarda julgamento com uma fiança de 87 mil dólares.

"Pensámos que ela estava a tentar ser engraçada e que no fim diria algo como 'pensavas mesmo que te ia cortar o cabelo?'. Mas ela cortou mesmo o cabelo e começou a cantar o hino muito alto" contou uma das alunas à NBC. O caso foi filmado com um telemóvel e rapidamente chegou à Internet.

pub

pub