Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Espanha proíbe fumar na rua, fecha bares e cancela concertos

Governo reuniu de urgência a apresentou novas medidas de combate à Covid-19. Espanha regista um elevado número de novos surtos.
Correio da Manhã 14 de Agosto de 2020 às 12:52
coronavirus espanha
coronavirus espanha
O Governo espanhol proibiu, esta sexta-feira, que se fume nas ruas sempre que não se pode respeitar a distância de segurança de dois metros entre as pessoas. O Ministro da Saúde, Salvador Illa, convocou uma reunião de urgência onde foram discutidas novas medidas para travar o contágio do coronavírus.

"Tem havido um número crescente de surtos nas últimas semanas", reconhece Salvador Illa.

Esta quinta-feira foram registados 2935 novos casos de coronavírus em 24 horas, o maior número desde abril.

As discotecas e bares de todo o país vão fechar e os concertos foram cancelados. Illa afirmou que todos os estabelecimentos de carácter noturno devem fechar porque a sinalização de infetados nestes locais é mais difícil.

Já o horário de fecho de outros estabelecimentos, como restaurantes, será no máximo à 1h00 da manhã e os clientes só podem entrar até à meia-noite.

"As medidas que anunciei são aplicadas a todo o território de Espanha", afirma Salvador Illa.

Madrid é a comunicadade mais afetada e regista, em 24 horas, 842 infeções. Anunciou hoje que fará testes à população que vive nas áreas com maior número de infetados.
Salvador Illa Espanha Governo saúde
Ver comentários