Irmãos lusos do Daesh morrem em combate

No final dos anos 90, Celso e Edgar deixaram a sua casa em Massamá e foram para Londres onde aderiram ao grupo terrorista.
Por Rita F. Batista|23.09.18
Os dois irmãos portugueses do Daesh, Celso e Edgar, de 32 e 35 anos, terão morrido em combate na Síria. Contudo, e tal como é habitual, a organização terrorista ainda não confirmou as mortes.

Em Raqqa, na Síria, onde ficaram conhecidos pelo seu 'nome de guerra', Abu Issa Al-Andalus e Abu Zacarias Andalus eram peças importantes do Daesh.

As fontes oficiais não adiantaram pormenores sobre a causa das mortes de Celso e Edgar, que há poucos anos moravam em Massamá, Sintra. Sabe-se apenas que ambos poderão ter sucumbido no terreno a combater tropas curdas ou sírias, mas a contrainformação de propaganda do Daesh impede que as mortes dos jihadistas estrangeiros sejam totalmente confirmadas, como forma de não divulgar as baixas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!