Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Polícia usa granadas contra professores em greve

Número de feridos ultrapassa os 200.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 30 de Abril de 2015 às 00:28
Confronto entre manifestantes e a Polícia Militar no Brasil
Confronto entre manifestantes e a Polícia Militar no Brasil FOTO: D.R.

Mais de 200 professores ficaram feridos após uma ação policial muito violenta, nesta quarta-feira, em Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná, no sul do país. Os docentes, que estão em greve e pretendiam assistir na Assembleia Legislativa à votação que alterou o regime de segurança social, foram impedidos de chegar perto do parlamento regional pela polícia. As autoridades recorreram a violência, granadas de gás lacrimogéneo, balas de borracha e até cães.

De acordo com números divulgados pela Câmara Municipal de Curitiba, pelo menos 213 professores ficaram feridos e foram levados para hospitais da cidade. A violência da ação policial, que durou cerca de duas horas, foi também, como vem sendo hábito nas manifestações no Brasil, contra a imprensa, apesar de identificada.

Um repórter da TV Bandeirantes, atacado por um cão polícia atiçado pelo agente que o comandava, sofreu ferimentos graves e precisou de ser operado. Segundo professores ligados ao movimento grevista, o número de feridos pode ser muito maior, pois as pessoas foram levadas para diversos hospitais, dificultando uma estimativa mais correta.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, a tropa de choque teve que agir, uma vez que a multidão de professores aproximou-se excessivamente da Assembleia Legislativa, onde os deputados regionais votavam as mudanças previdenciárias, e realçou que 20 agentes também ficaram feridos no confronto. Os professores entraram em greve no sábado, dia 25, para protestarem contra a mudança no seu regime próprio de segurança social, que era totalmente custeado pelo governo regional mas que agora tem que ser custeado também pelos docentes.
Polícia Militar Curitiba Governo do Estado do Paraná Fundo Financeiro política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)